Loja União e Força cobra agilidade na construção do canil de farejadores

29/06/2012

Durante a reunião do Gabinete de Gestão Integrada de Segurança na Fronteira, realizada nesta segunda-feira, em Cáceres, a Loja Maçônica União e Força, por meio de seu Venerável, Adriano Garcia Araújo, entregou ao secretário de Segurança Pública de Mato Grosso, Diógenes Curado, um ofício onde salienta a importância da construção do canil para farejadores em Cáceres. Ele reforçou o pedido para que a obra seja feita em caráter de urgência. Os maçons de Cáceres estiveram em Cuiabá, juntamente com o juiz criminal Geraldo Fernandes Fidelis, que na reunião representou também o Corregedor Geral da Justiça, Márcio Vidal. A luta pela construção do canil, idealizado pelo juiz, ganhou força com a participação da maçonaria e outros apoiadores. No documento, os maçons informam que tomaram conhecimento por meio da imprensa, através de notícia veiculada no site Diário de Cáceres, via, informação dada pelo Secretário Chefe da Casa Civil, José Esteves de Lacerda Filho, de que a obra referente ao canil para cães farejadores de drogas encontra-se licitada e com dinheiro em caixa. Essa importante obra, como todos sabem - diz o documento - irá impactar positivamente a atuação da Segurança Pública nesta região de fronteira, na prevenção e repressão a esse mal que tanto assola nossa comunidade, notadamente os jovens, que é o narcotráfico, e por isso, viemos a presença a Vossa Excelência, para pedir que envide esforços para que tal edificação assuma prioridade absoluta. Um enorme passo será dado com a construção desse canil, o qual haverá de ser complementado com a implementação da ideia do Governador do Estado de Mato Grosso, Silval Barbosa, com a qual a Maçonaria faz coro, de instalar uma base aérea utilizando o ocioso aeroporto municipal e privilegiada posição geográfica, máxime por aproveitar a existência do complexo de Segurança e Justiça aqui existente, formado pela presença do Poder Judiciário Federal, Ministério Público Federal, Polícia Federal, Exército e Marinha, faltando apenas a Aeronáutica, o que facilitará, em muito, a persecução penal e as investigações nos casos de competência internacional. A Maçonaria coloca-se, mais uma vez, de pé e a ordem para, no que for possível, auxiliar a Administração Estadual na construção de dias melhores e seguros para a sociedade. O secretário recebeu o documento e garantiu seu empenho para a concretização da obra, no menor tempo possível. A comitiva da Maçonaria cacerense disse que, caso isto não ocorra, virá, mais uma vez, a Cuiabá, procurar o governador para tratar do assunto. Seria uma terceira reunião sobre o tema em pauta.
Grande Oriente do Estado de Mato Grosso
Emitido em 29/09/2022 14:44